quinta-feira , janeiro 17 2019
Home / Geral / Seja você a luz que quer ver no mundo

Seja você a luz que quer ver no mundo

Semana passada aconteceu uma coisa muito especial. Eu estava em casa atrasada pra uma consulta médica, procurando o endereço do consultório que eu tinha perdido e o interfone tocou. Era um funcionário da Light pedindo pra alguém atendê-lo pois precisava medir o relógio. O zelador não estava e aqui tem poucos apartamentos. Pedi desculpas e pedi pra que tocasse em outro apartamento, pois estava atrasada.

Desci e encontrei o cara lá embaixo. Faltava 5 minutos pra consulta e ele disse que ninguém tinha atendido. Disse que ia ser rápido. Se eu pensasse: “estou pagando por isso e essa é a obrigação dele” eu não teria transcendido tanto. Nem tudo envolve dinheiro.

Já estava atrasada mesmo, cedi.

Foi super rápido e ele foi muito solícito, um jovem senhor que infelizmente não perguntei o nome. Quando abri o portão pra ele lembrei exatamente do último instante em que vi meu pai vivo, ali, naquele mesmo lugar. No momento em que nos despedimos e que tive vontade de abraçá-lo, mas deixei pra depois. E o depois não chegou. Chegou, mas foi diferente do que estava nos meus planos. Ele morreu.

Foi um instante muito rápido de lembrança, mas eu estava tão consciente da minha presença e da minha energia naquele momento que instantaneamente falei:

– Moço, posso te dar um abraço?

-ÔÔÔÔÔ miiinhaaa fiiiilhaaa, mas é claro que pode.

E abriu um sorrisão. E os braços.

Abracei ele, desses abraços de verdade, apertados. Ele aceitou com muita leveza e alegria. Percebi que fez algumas respirações profundas enquanto eu intencionava muita luz pra ele enquanto nossos espíritos estavam conectados.

Nesse momento abri os olhos e vi algumas pessoas passando na rua olhando pra gente como se fôssemos extraterrestres. Algumas riam.

Logo ele me largou e eu disse:

-O abraço de verdade tem que ser apertado e se intencionarmos tudo o que gostaríamos de receber para o outro, ele fica ainda mais poderoso.

Já fui logo abraçando ele de novo, e comecei a fazer umas respirações profundas, intencionando as melhores energias do universo pra ele.

Até que ele me disse:

-Minha filha, você viu isso em algum lugar, não foi? Dessas coisas de abraço. Isso é muito bom, meu Deus! Muito obrigada por ter aparecido no meu caminho. Sabe, eu já tinha pensado em fazer essas coisas antes, mas a gente sempre acaba deixando pra depois e não faz né? Nossa, nem sei o que dizer. Acho que você é um anjo.

-Então não diga nada. Mas abrace. Abrace mais. Abrace sempre. Abrace com mais de 20 segundos e com as suas melhores energias! Muito obrigada por você existir e muito obrigada pelo seu trabalho.

-Menina, você não estava atrasada?

-Eu tô, mas pra dar abraço de verdade eu encontro tempo.

Ele não entendeu nada e sorriu. Me desejou um ótimo dia e nos despedimos. Fomos andando na mesma direção e ele parou num prédio ao lado.

-Tchau moço, um ótimo dia pra você também.

Sorri e fui andando. Ele me chamou e falou:

-Você mudou o meu dia. Muito obrigado mesmo.

Sorri, fiquei com os olhos cheios de lágrimas, ele tinha mudado muito mais que meu dia. Fiz um sinal de gratidão com as mãos. Continuei andando com o sorriso no rosto por uns 3 quarteirões. Eu me sentia tão preenchida de luz. Tão transbordante de luz. Até que percebi as pessoas me olhando de uma forma diferente na rua. Percebi que o sorriso ainda tava no meu rosto. Eu tava rindo sozinha. Tava bonita por dentro.

Passei o dia leve, contente. Tinha seguido minha intuição sem me importar com qualquer outra coisa. Dever cumprido.

 

Moral da história: Experimente dar um abraço em um estranho na rua. Se você achar abraço “loucura demais” (já pensei assim também), dê um sorriso a um estranho na rua. Faça uma gentileza para alguém que você não conhece. Doe um gesto de amor a um desconhecido. Para alguém que vai além do seu círculo social. Além da sua família e amigos. Pode ser o único gesto de amor que essa pessoa verá no dia. Seja você a luz que quer ver no mundo. Loucura é não espalhar o bem.

Amplie. Cresça. Evolua. Transborde amor. Transcenda. Leve a luz.

 

 

Ps: Vale a observação que ao chegar na consulta médica, ainda fiquei aguardando por mais de 1h pra ser atendida. Portanto, não importa o quanto você esteja atrasado, não use mais essa desculpa pra adiar um abraço. Um abraço de verdade transforma vidas. Acredite.

 

Rafaela Ganzenmuler

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: retirada da internet

 

 

 

 

Sobre Rafaela Ganzenmüller

Rafaela Ganzenmüller
Fundadora do PranaZen, Rafaela Ganzenmüller é empreendedora social, nômade digital, terapeuta alternativa, leitora de aura, pranaterapeuta, reikiana, artesã, escritora e mãe do Zion. Atualmente vive num povoado na Chapada dos Veadeiros com sua família. Atende com as terapias a distância, presencialmente em GO e RJ e em festivais de música, sempre de forma empática, sensível e holística. Rafaela entende e valoriza o poder do equilíbrio das energias.

Veja Outros

Somos Seres em constante evolução

Recentemente estava indo pra uma meditação de manhã e parei pra tomar café numa padaria …

Um comentário

  1. Parabéns Rafaela, seu texto também me fez sentir bem por hoje;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *